Formulário CDP: transparência ambiental para empresas

Formulário CDP: transparência ambiental para empresas

Compartilhar

Notoriamente, a sustentabilidade tem se tornado um pilar no mundo corporativo. Encontrar o equilíbrio entre o desenvolvimento econômico e a preservação ambiental não é mais um diferencial no mercado, mas, sim, uma necessidade para as empresas que desejam ter sucesso no longo prazo. A cobrança massiva por uma conduta socialmente responsável provém tanto de órgãos governamentais quanto da população, e as companhias não devem negligenciar tal realidade.

Nesse contexto, o formulário do Carbon Disclosure Project (CDP) é um instrumento útil para as organizações demonstrarem seu compromisso com a proteção do meio ambiente. O questionário é preenchido voluntariamente, tendo em vista a divulgação de práticas sustentáveis em quatro temas: clima, água, floresta e plástico. Cada um deles é abordado individualmente pelo CDP, suscitando preenchimentos separados. Ao final, um score de desempenho é calculado, o que permite comparar a organização com seus pares.

CDP: sistema global de publicação de dados ambientais

Criado em 2000, o CDP coleta dados sobre o impacto ambiental de empresas, cidades e governos de todo o globo, por meio de questionários padronizados. A partir desse levantamento, divulga informações sobre emissões de gases do efeito estufa, uso de recursos hídricos, desmatamento etc. Por conseguinte, seus relatórios são internacionalmente utilizados por investidores e analistas de risco.

Em 2023, mais de 23 mil organizações divulgaram seus dados ambientais por intermédio do CDP, e cerca de 700 instituições financeiras − representantes de mais de 142 bilhões de dólares em ativos − solicitam que aproximadamente 33 mil empreendimentos façam o mesmo em 2024.

Logo, o formulário CDP é um mecanismo indispensável para:

  • Aumentar a transparência empresarial – O acesso às informações sobre o impacto ambiental das organizações pelos stakeholders favorece uma relação de confiança com eles.
  • Acompanhar o progresso de práticas sustentáveis – É possível monitorar os compromissos climáticos e comparar o desempenho de empresas de um mesmo setor, mediante uma pontuação reconhecida globalmente.
  • Ampliar a vantagem competitiva – A maior respeitabilidade gera melhor desempenho no mercado de ações, mais acesso a capital e êxito em propostas.
  • Descobrir riscos e oportunidades – Informações claras e organizadas propiciam o descortinamento de vulnerabilidades e possibilidades lucrativas, fomentando um planejamento estratégico bem executado.

Critério de seleção para o ISE B3

Para organizações que ambicionam integrar o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, o formulário CDP assume um papel decisivo. A pontuação obtida no tema clima, um dos alicerces do ISE, é obrigatória e impacta diretamente a nota final de um negócio na bolsa de

valores brasileira. Desse modo, o processo seletivo para inclusão de uma companhia na carteira do ISE B3 está vinculado ao CDP.

Essa relevância mostra, portanto, como o referido questionário é considerado um indicador confiável acerca da conduta ambiental das empresas.

Obstáculos e soluções no preenchimento do formulário CDP

Apesar dos benefícios descritos anteriormente, o preenchimento do formulário CDP pode apresentar alguns desafios. Vejamos alguns deles e seus desdobramentos:

  • Coleta e análise de dados − As respostas ao questionário devem estar alinhadas com a realidade da empresa, o que exige um esforço prévio para coletar e analisar os dados pertinentes. Sem um olhar apto, tais atividades podem ser prejudicadas com informações imprecisas e/ou errôneas, podendo impactar negativamente o score da companhia no questionário.
  • Complexidade e extensão − O questionário é abrangente e requer um profundo conhecimento técnico e estratégico em sustentabilidade. Essa exigência pode dificultar o preenchimento correto e integral por parte das empresas.
  • Falta de expertise interna − Muitas entidades não dispõem da necessária expertise em seu quadro funcional para lidar com a sofisticação do questionário, e a falta de conhecimento pode levar a erros e inconsistências nas informações divulgadas, comprometendo a qualidade da resposta.
  • Recursos humanos e tempo − O preenchimento do questionário demanda um número significativo de horas e de profissionais especializados. Isso pode ser impraticável para empresas com equipes reduzidas.

Nota-se que a competência profissional é o ponto-chave para a superação das dificuldades. É imprescindível que as organizações recorram a especialistas experientes na área de sustentabilidade para o adequado preenchimento do formulário CDP. Um trabalho seguro, eficiente e abalizado maximiza as vantagens da ferramenta para a reputação, a competitividade e a longevidade empresariais.

A Apsis Carbon elabora relatórios individualizados e pode ajudar você nesse processo, otimizando tempo e recursos. Entre em contato conosco!

Por Fabiano Machado, diretor da Apsis Carbon.

Outros Posts

Construções sustentáveis
Artigos

Construções sustentáveis

A construção civil é um dos setores que mais impactam o ecossistema. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA),

Carbon News

Carbon News – Junho

Marcos importantes para transição energética Um estudo lançado pelo Energy Institute e publicado na Carbon Brief marca um momento importante no cenário energético global: pela