Apsis Carbon e Instituto Interelos iniciam parceria para trabalho conjunto na Amazônia

Cooperação promete ressignificar modelo de desenvolvimento socioeconômico na região, beneficiando a bioeconomia local impulsionada pela renda de crédito de carbono.

Compartilhar

Ninguém constrói nada sozinho. E, para que uma boa ideia saia do papel e alcance seu objetivo, uma parceria promissora é essencial. Compartilhando do mesmo propósito, a equipe do Instituto Interelos, sediado em São Paulo, esteve no Rio de Janeiro, em abril, para uma reunião híbrida de dois dias com o time da Apsis Carbon. O objetivo em comum discutido foi a expansão de suas ações em prol do desenvolvimento de negócios sustentáveis na Amazônia. Ambas as organizações possuem amplo histórico de atuação em projetos socioambientais e buscam aumentar o alcance de suas iniciativas por meio dessa cooperação. A reunião de alinhamento inicial aconteceu na sede da Apsis, no centro da capital fluminense, e contou com a presença de Aerton Paiva, fundador do Instituto Interelos, Luiz Paulo Silveira, vice-presidente técnico da Apsis, e outros membros das duas organizações.

O Instituto Interelos, fundado em 2017, tem como missão promover o desenvolvimento sustentável por meio de programas de educação e socioeconomia na Amazônia. A organização desenvolve ações em diversas áreas, com destaque para o planejamento, a estruturação e a implementação de cadeias de valor de base comunitária, e tem como missão apoiar populações em situação de pobreza criando modelos de empreendimentos sociais que lhes permitam ser protagonistas, proprietários e beneficiários de seus resultados, gerando trabalho e renda com respeito ambiental. 

Já a Apsis Carbon, a nova subsidiária da Apsis Consultoria, empresa com mais de 45 anos, é especializada em sustentabilidade e ESG, oferecendo soluções para empresas e organizações que busquem gerar valor ao mesmo tempo que desejam implementar práticas mais responsáveis e alinhadas com as questões ambientais e sociais. Com um time formado por profissionais com ampla experiência no mercado, a Apsis Carbon busca alinhar objetivos empresariais e de investidores com as necessidades de povos originários e comunidades ribeirinhas, além da preservação da floresta.  

Juntas, as organizações poderão oferecer soluções mais completas e abrangentes para a região, construindo convergência de propósitos com os atores locais. Com metas ambiciosas para o longo prazo, a parceria promete ser uma oportunidade para ressignificar o modelo de desenvolvimento socioeconômico da Amazônia, beneficiando a bioeconomia local impulsionada pela renda de crédito de carbono e reduzindo o desmatamento e a degradação da maior floresta tropical do mundo.

Outros Posts

Construções sustentáveis
Artigos

Construções sustentáveis

A construção civil é um dos setores que mais impactam o ecossistema. De acordo com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA),

Carbon News

Carbon News – Junho

Marcos importantes para transição energética Um estudo lançado pelo Energy Institute e publicado na Carbon Brief marca um momento importante no cenário energético global: pela